Últimas Notícias

Publicidade

Baturité

Outras Opções

Caio Prado

18 de janeiro de 2012

Internet em greve: Entenda porquê


    Diversas plataformas, utilizadas pelos internautas diariamente, decidiram limitar, esta quarta-feira, os seus serviços como forma de protesto contra duas propostas de lei antipirataria que os EUA podem aprovar nos próximos dias. Sites como a Wikipédia, Wordpress ou Reddit estão, hoje, de "luto" pela Internet.
    A medida surge para demonstrar aos utilizadores como seria a Internet se as leis fossem aprovadas pelo congresso norte-americano. O "Protest IP Act" (PIPA) e o "Stop Online Piracy Act" (SOPA) são duas propostas de lei que, a serem aprovadas dia 24 de Janeiro, obrigariam os donos de website a pré-censurar os conteúdos alojados por outrém, impondo regulamentos restritos aos negócios online.
     Websites como a Google, o Youtube ou Wordpress, que vivem de conteúdos colocados pelos utilizadores, deixariam de conseguir desenvolver o seu negócio de forma normal, pois todo o conteúdo teria de ser escrutinado. A título de exemplo, os vídeos de "covers" que povoam o Youtube deixariam de ser publicáveis, pois os seus autores estariam a violar os direitos dos artistas que imitassem e poderiam, até, ser presos por cometer essa infracção.
    Alguns nomes sonantes do mundo online juntaram-se a este protesto. Enquanto alguns websites, como o Reddit, decidiram mesmo não permitir o acesso a nenhum conteúdo durante 24 horas, outros optaram por formas mais simbólicas de dar a cara contra a proposta de lei. A pesquisa do motor de busca Google, por exemplo, aparecia com o logo da marca "censurado". Na altura em que este artigo foi escrito, no entanto, a versão inglesa do motor de busca já não tem o logo a negro, mas apresenta, por baixo das opções de pesquisa, a frase "Tell Congress: Please don't censor the web!" (Diga ao Congresso: Por favor, não censurem a web!"), com uma hiperligação para a posição da empresa relativamente à possível lei.
    "Combater a pirataria online é importante. A maneira mais efectiva de deitar abaixo sites pirata é através de legislação específica que lhes retirasse fundos. Não há necessidade de obrigar as redes sociais, blogues e motores de busca norte-americanos a censurar a Internet ou deixar de lado leis existentes que possibilitaram o crescimento da Web, gerando milhões de empregos nos EUA", garante a Google. 
   Já a Wikipédia inglesa decidiu mesmo não permitir o acesso a conteúdo na língua original, deixando antes uma mensagem contra a lei, onde se pode ler "Imagine um mundo sem conhecimento livre" e encontrar mais informação sobre a SOPA e a PIPA. As restantes versões da Wikipédia estão a funcionar, tendo a equipa deixando a possibilidade às comunidades locais de participarem ou não do protesto. Na versão portuguesa, por exemplo, está tudo funcional, mas é possível ver, em cima, um banner onde se lê "A Wikipédia precisa que a Internet permaneça livre", com um link para informação em português sobre o assunto.
   Muitas têm sido as formas de protesto criativas que surgiram deste movimento. Vídeos, montagens, "cartoons", poemas... tudo tem servido como "arma" contra as possíveis leis, que limitariam a liberdade de expressão de quem utiliza a Internet todos os dias. A Web deve voltar ao normal a partir das cinco da madrugada. 

Imagens de Posts Relacionados a Itapiúna

 
Copyright © 2013 Itapiúna Informa - Você Sempre Bem Informado!
Site Desenvolvido Por Foto e Art Oliveira