Últimas Notícias

Publicidade

Baturité

Outras Opções

Caio Prado

6 de fevereiro de 2012

Notícias: Cantor Wando manda bilhete para os fãs, confira!

"Eu estou na oficina de Deus arrumando a turbina. Me aguardem!”. Com esse
recado, o cantor Wando mostrou, neste fim de semana, que se recupera após o entupimento das três artérias coronárias. O bilhete foi escrito com exclusividade para o Fantástico.
    O músico está internado desde 27 de janeiro, no Biocor Instituto, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por causa de problemas graves no coração. O cantor já foi submetido a duas cirurgias e chegou a ter um infarto agudo dentro do hospital.
    Neste domingo, a assessoria de imprensa do hospital divulgou que Wando acordou bem humorado e se comunica por gestos. Ele não está falando porque foi submetido a uma traqueostomia, procedimento de assistência respiratória por uma perfuração no pescoço, para poupar a voz. Segundo os especialistas, as cordas vocais dele não foram afetadas.
    O aparelho de assistência respiratória que está sendo usado pelo cantor, através da traqueostomia, é desligado durante quatro horas por dia, duas de manhã e duas no início da noite, para que os médicos possam avaliar a evolução do tratamento, até a retirada completa. O quadro de saúde dele é considerado estável, mas ainda inspira cuidados, e o progresso é animador, segundo o hospital. O cantor ainda se alimenta por sonda, mas não é mais submetido a sedação.
    Segundo os médicos, se Wando continuar com o ritmo de melhora que vem apresentando, ele pode sair do Centro de Terapia Intensiva (CTI) e ser transferido para o quarto nesta semana.    A  mulher de Wando, Renata Costa Lana e Souza, disse que em momento nenhum ele perdeu a fé. "Ele aguentou, ele quis dar conta porque o Wando é uma pessoa muito determinada, ele gosta de viver, ele ama o que ele faz", resumiu.
    Coração a 100%  Os médicos disseram nesta sexta-feira  que o coração do cantor voltou a funcionar com 100% da capacidade cardiológica. Com a melhora, o aparelho de assistência circulatória foi retirado.
    O cantor saiu da área de risco informada pela Organização Mundial de Saúde, que diz que 80% dos pacientes com problemas semelhantes ao de Wando não sobrevivem. Ele chegou a ter as três artérias coronárias com nível de entupimento de 90%. Os dois chefes do CTI, Heberth Miotto e Joel Telles, além do cardiologista particular do cantor, João Carlos Dionísio, e do médico Eduardo Szuster, disseram que Wando sofreu um infarto agudo no dia em que seria realizada uma ponte de safena, e que foi salvo porque já estava dentro do hospital. O procedimento foi suspenso, e uma angioplastia de múltiplas artérias foi realizada. Ele foi internado no CTI logo após a cirurgia.
    Quatro dias antes da internação, Wando se queixou de dores no estômago, gases e dores na mandíbula, de acordo com o médico. Ele estava com 110 quilos no momento da internação, 30 quilos a mais do que o considerado recomendado para sua altura, segundo o cardiologista João Carlos Dionísio.
    Músicas românticas    Nascido Vanderley Alves do Reis, em Cajuri, na Zona da Mata de Minas Gerais, Wando passou a infância em Juiz de Fora. Depois, foi para a cidade de Volta Redonda (RJ), onde vendeu leite, entregou jornal, foi feirante, motorista de caminhão e já se envolvia com a música, segundo o site oficial do cantor. Ele começou a fazer shows em bailes, com um grupo, e descobriu que as músicas românticas eram mais apreciadas pelas mulheres.
    Em 1973, Wando gravou seu primeiro álbum, "Glória a Deus no céu, e samba da terra". O sucesso "Moça" veio em 1975, quando o cantor vendeu 1,2 milhão de discos compactos simples do álbum "Wando". Ao todo, são 28 álbuns na carreira do artista que ficou conhecido por ganhar calcinhas das fãs. O trabalho mais recente foi lançado em 2005, "Wando - Romântico brasileiro, sem-vergonha".

Veja melhor esta matéria no site da fonte:
A tribuna.com.br.

Imagens de Posts Relacionados a Itapiúna

 
Copyright © 2013 Itapiúna Informa - Você Sempre Bem Informado!
Site Desenvolvido Por Foto e Art Oliveira