Últimas Notícias

Publicidade

Baturité

Outras Opções

Caio Prado

29 de março de 2012

Maior transplante de rosto da história

   A cirurgia incluiu tecidos mole  do rosto, inclusive músculos que permitem expressões faciais
Um homem de 37 anos, totalmente desfigurado em 1997 após sofrer um acidente com arma de fogo, foi submetido ao transplante de rosto mais complexo até agora. Ele não corre risco de vida.
    A operação, de 36 horas de duração, foi feita entre 19 e 20 março no Centro Médico da Universidade de Maryland (leste dos EUA), e anunciada agora.
“Foi o transplante de rosto mais extenso realizado até hoje, incluindo as duas mandíbulas, dentes e língua”, informou o centro médico por meio de comunicado.
   “O transplante incluiu todos os tecidos moles do rosto, do couro cabeludo até o pescoço, inclusive os músculos subjacentes, que permitem as expressões faciais e os nervos sensoriais e motores”, explicou o chefe da equipe de cirurgiões, Eduardo Rodríguez.
   “Nosso objetivo foi restaurar as funções e conseguir um resultado estético satisfatório”, acrescentou o especialista.
    O paciente, Richard Norris, já tinha se submetido a várias cirurgias reconstrutivas depois do acidente mas, segundo os médicos americanos, os procedimentos reduziram em grande medida o uso de sua boca. Segundo fotos divulgadas depois das cirurgias, a parte inferior do rosto e o nariz do paciente ficaram afundadas.
    Escolhido entre cinco possíveis candidatos à operação, durante os últimos 15 anos Norris morava com os pais, usava uma máscara e fazia suas compras à noite, para chamar o mínimo de atenção.
    Na época do acidente – cujos detalhes e circunstâncias não foram revelados –, ele tinha acabado de completar o colégio e trabalhava. Mas os amigos, aos poucos, foram abandonando seu convívio.
Rodriguez disse à agência de notícias Associated Press  que a equipe espera que ele agora possa voltar a ter uma vida normal.
    “É realmente uma experiência impressionante olhar para ele, é difícil não encará-lo. Antes, as pessoas olhavam para Richard porque ele usava uma máscara, e elas queriam ver a deformidade. Agora, elas têm uma outra razão para observá-lo, e isso é muito surpreendente”, afirmou o médico.
    O ferimento destruiu tudo. Os amigos de Norris foram se casando, tendo filhos, comprando casas. “Agora, ele também quer fazer todas estas coisas”, concluiu.
    O Departamento de Defesa americano vem financiando transplantes de face e mãos de soldados feridos no Iraque e Afeganistão. No caso da Universidade de Maryland, as pesquisas que resultaram no início das cirurgias foram financiadas pelo Escritório de Pesquisa Naval, e os médicos disseram esperar que, em breve, eles possam operar militares.
    O primeiro transplante facial completo ocorreu em março de 2010, no hospital Vall d’Hebron, em Barcelona, Espanha.
    Em 2005, na França, foi realizado o primeiro transplante parcial bem sucedido, em Isabelle Dinoire, de 38 anos, desfigurada após ser mordida por seu cão.

Imagens de Posts Relacionados a Itapiúna

 
Copyright © 2013 Itapiúna Informa - Você Sempre Bem Informado!
Site Desenvolvido Por Foto e Art Oliveira