Itapiúna Informa - O Seu Portal de Notícias!

Links Patrocinados!

Usuários de internet de Choró, Banabuiú e Quixeramobim poderão ser prejudicados nos próximos dias

Usuários de internet banda larga de Choró,
 Banabuiú e Quixeramobim poderão ser prejudicados
A concessionária de energia do Ceará Enel está promovendo uma grande operação no combate a irregularidade de cabos das empresas de provedores de internet na cidade de Quixadá. A ação está deixando milhares de usuários sem internet banda larga.

A medida pode até ser surpresa para os clientes, no entanto, a Enel informou que, bem antes já havia alertado e determinado a devida regularização. No entanto, muitas das 300 empresas que tem contrato com concessionária no compartilhamento de postes de eletricidade não seguiram a orientação, entre as quais se destacam: Fortalnet, Oba, Mob Telecom e Brisanet.

Para a concessionária, a fiação irregular põe em risco a segurança do sistema eletrônico e pode causar incêndios.

Ao Diário do Nordeste, a Enel informou que já foram retiradas mais de 26 toneladas de fiação, o que equivale a quase 400 mil metros de cabos no Ceará.

Após terminar com o processo em Quixadá, os municípios alvos das ações serão Choró, Banabuiú e Quixeramobim.

Muitos usuários estão reclamando e as operadoras colocaram a culpa na Enel, dizendo que foram pegas de surpresa, no entanto, a concessionaria já havia alertado há muito tempo.

O cliente que se sentir prejudicado pode procurar os seus direitos no PROCON ou juizados civis.

A decisão da Enel está baseada na Resolução Normativa nº 797, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel),  deu permissão às concessionárias de energia para retirar de seus postes cabos de telecom considerados irregulares.