Itapiúna Informa - O Seu Portal de Notícias!

Últimas notícias sobre o estado de saúde de Pedro filho de Leonardo já em São Paulo no Sírio-Libanês hoje 27 de abril

   Platéia balança com com a nova música de Leonardo no Programa do Faustão o mesmo diz que vai retomar sua agenda de shows terça feira dia 1º O estado de saúde do cantor Pedro filho do também cantor Leonardo continua grave porém estável, de acordo com o último boletim médico do Hospital Sírio-Libanez divulgado na tarde deste domingo 29 de abril, Pedro Dantas não está mais sedado "Nas últimas horas não houve alterações significativas" informa o comunicado.
   As informações desta matéria da qui para baixo não são de hoje.
   Boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês no começo da noite desta quinta-feira (26) informa que o cantor Pedro Leonardo Dantas, de 24 anos, foi internado por volta das 17h com "quadro estável do ponto de vista cardiovascular, neurológico e respiratório".
   Os médicos dizem ainda que o traslado entre Goiânia e São Paulo em avião com UTI não apresentou complicações. "A transferência do paciente ocorreu sem intercorrências. Nas próximas horas, ele passsará por avaliações clínicas e neurológicas", informou o boletim. Um novo comunicado deve ser divulgado na sexta-feira (27).
   Amigos e assessores que acompanharam o traslado do cantor já tinham se mostrado otimistas com a viagem. "Não teve nenhuma alteração médica no voo.    Ele vai entrar em uma bateria de duas horas de exame. Deu tudo certo no voo", disse ao G1 a assessora do cantor Leonardo, Ede Cury.
   Pedro foi internado no Hospital Sírio-Libanês pouco antes das 17h. Segundo a assessoria do Sírio, a médica Ludhmila Hajjar, coordenadora da UTI cardiológica, acompanhou Pedro na ambulância. No hospital, ele será cuidado pela equipe do médico Roberto Kalil Filho.
   Em seu perfil no Twitter, a produtora Talismã Music também comentou com otimismo os resultados da viagem. "A Dra. Ludmila acaba de nos informar que @PedroLeonardoC não teve nenhuma alteração durante o vôo. Deus é maravilhoso!", escreveram os agentes de Pedro.
   Segundo Ede Cury, o cantor Leonardo está em São Paulo, mas até o começo da noite não havia se dirigido ao hospital. No Sírio, de acordo com Ede, estavam a esposa de Pedro, uma tia e primos. Além deles, todos os diretores da produtora de Leonardo estão no hospital acompanhando Pedro.
    Traslado:
    A viagem até a capital paulista começou às 12h35, quando ele deixou o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG). Ele foi embarcado em um avião com UTI e fez um voo de cerca de 1h30. Pouco antes das 17h, após trajeto de ambulância, ele chegou ao Sírio-Libanês.
   O deslocamento da ambulância pelas ruas de São Paulo foi apoiado pela escolta de equipes da Polícia Militar e da CET, que chegaram a interditar um sentido do Corredor Norte-Sul na saída do aeroporto. Um carro da polícia militar seguiu à frente do veículo com o paciente durante todo o trajeto. No horário, por causa da chuva em algumas regiões, a cidade estava em estado de atenção para alagamentos.
   Todo o traslado foi cercado de cuidados para evitar complicações para o paciente. O avião pousou no aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, às 15h26 . Cerca de 40 minutos depois da aterrissagem, a equipe médica concluiu a retirada da maca da aeronave e o cantor foi levado em uma ambulância para o Sírio-Libanês.
   O acidente:
Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro na rodovia MGC-452 na sexta-feira (20) quando voltava de um show. O acidente próximo município de Tupaciguara (MG). Ele foi inicialmente levado ao Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia para conter hemorragia abdominal, e foi transferido na sexta-feira para Goiânia.
   A mãe de Pedro Leonardo, Maria Aparecida Dantas, também esteve no hospital acompanhado a remoção do filho. Muito apreensiva, ela disse que está tentando pensar que o filho está indo para um show: "Quero pensar que ele está indo fazer um dos seus shows, que está me pedindo a benção, como sempre faz antes de viajar. Estou muito confiante e entreguei nas mãos de Deus".
   Evolução do quadro:
   O paciente, que ainda está em estado grave, segundo Wandervan Azevedo, respondeu positivamente aos tratamentos desde que deu entrada no IOG. Há dois dias, as drogas que o mantêm em coma induzido foram sendo gradativamente diminuídas. Somente para a remoção, segundo o médicos, as doses tiveram de ser novamente aumentadas.
   Exames mostraram também a diminuição do edema cerebral e uma melhora no pulmão. Devido a uma insuficiência renal, Pedro ainda passou por duas sessões de hemodiálise, com duração de oito horas cada uma, e, segundo Wandervan, respondeu ao procedimento sem complicações. “Nós estamos muito otimistas quanto à recuperação de Pedro, afinal ele apresentou duas intercorrências muito graves e reagiu muito bem”, declarou.