Links Patrocinados

Um homem foi morto na tarde desse domingo (24) por um policial a paisana no distrito de Juá Quixadá a 37 Km da sede.

Novinho como era conhecido faleceu na tarde deste domingo (24) depois de reagir a voz de prisão dada pelo um policial de folga.

Tudo aconteceu depois de "novinho" morador da localidade de  Guanabara, desferir pelo menos três perfurações de faca em um agricultor conhecido por Pio que atualmente mora em São Bernardo, simplesmente pelo fato de Pio ter presenciado um carro que trafegava pela CE 060 ter passado bem próximo de Novinho, uma vez que Novinho transitava de moto pela pista aparentemente sobre efeito de álcool, Pio teria lhe aconselhado sobre o risco dos carros baterem nele, alertou que o mesmo tivesse mais cuidado e etc. o rapaz não gostou, de imediato partiu para cima de Pio em posse de uma faca peixeira e golpeou o rapaz, isto tudo aconteceu nas dependências do posto de combustíveis de Juá.

Segundo informações um Policial Militar que reside no Juá tomou conhecimento do fato e foi até o local, chegando lá teria dado voz de prisão ao infrator que resistiu a ordem do agente, saindo do local em uma motocicleta em direção a Itapiúna, o policial o-perseguiu e a mais ou menos um Km. teria alcançado novinho onde mais uma vez teria dado voz de prisão e o mesmo não aceitou e partiu para cima do PM ainda em posse da peixeira, ainda chegaram a entrar em luta corporal, foi aí que o policial teria efetuado um único disparo e matado o jovem.

Policiais da polícia civil e uma viatura da PM esteve no local, o policial se dirigiu espontaneamente até a delegacia para prestar esclarecimento sobre o ocorrido.

Sobre o rapaz que sofreu as lesões ele foi socorrido para a Unidade de Terapia Intensiva (UPA) de Quixadá e seu estado de saúde é estável.

O Governo do Estado do Ceará lança, nesta segunda-feira (2), o edital da Polícia Militar do Ceará (PMCE) para o cargo de soldado. O anúncio foi feito na tarde de hoje, durante uma live conduzida pelo governador do Ceará, Camilo Santana, com a presença do titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Sandro Caron, e do coronel comandante geral da PMCE, Márcio Oliveira.

Serão 2 mil vagas destinadas a candidatos com ensino médio completo, com salários de R$ 4.192,72. O edital será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira, conforme divulgado pelo chefe do Executivo estadual. “Quero lembrar a importância de que esse será um reforço para a Polícia Militar, um incremento importante. O último concurso que fizemos foi para 5 mil homens, e convocamos todos. Quero dizer que assim que for homologado o resultado oficial, serão convocados e nomeados imediatamente todos os 2 mil homens a assumirem os seus cargos na Polícia Militar”, anunciou o governador Camilo Santana.

Esse é o terceiro concurso na área da Segurança Pública anunciado neste ano. Em maio, foram publicados os editais para os ingressos de novos servidores para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), tanto para convocação imediata quanto para Cadastro de Reserva (CR).

As inscrições para o certame, que terá como banca organizadora a Fundação Getúlio Vargas (FGV), iniciarão a partir das 16 horas do dia 16 de agosto e seguirão até o dia 15 de setembro. A taxa de inscrição custará o valor de R$ 120,00. Os interessados devem acessar o site da Fundação Getúlio Vargas.

Vagas

Ao todo, serão ofertadas 1.360 vagas em ampla concorrência para o sexo masculino e 240 para o sexo feminino. Respeitando à Lei Estadual nº 17.432, assinada pelo governador Camilo Santana, que garante 20% das vagas em concursos públicos estaduais para a população negra, o novo certame da PMCE dispõe de 400 vagas destinadas à cota racial, sendo 340 para candidatos do sexo masculino e 60 para o sexo feminino. Outra informação importante é que o candidato deve ter idade igual ou superior a 18 anos, e na data de inscrição, ter idade de até 29 anos, 11 meses e 29 dias.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), Sandro Caron, comentou sobre as mudanças que ocorrerão no curso de formação para soldado da PMCE. “Serão dois mil novos policiais militares a serem selecionados, o que representa aproximadamente um aumento de 12% do efetivo existente hoje em toda a Polícia Militar do Ceará (PMCE). Eu destaco que esses novos aprovados já passarão então pelo novo modelo de formação, recentemente alterado aqui no Estado. Durante o curso de formação, eles já farão parte da estrutura da Polícia Militar do Ceará. Então receberão os uniformes e já irão participar de estágios supervisionados, o que permite uma maior efetividade na formação, com ênfase sempre na hierarquia, na disciplina e na operacionalidade”, disse.

Para o coronel comandante geral da Polícia Militar, Márcio Oliveira, o incremento de novos militares nos quadros da corporação permitirá a expansão de ações ostensivas e preventivas. “É importante essa iniciativa porque dessa forma poderemos robustecer ainda mais os quadros da corporação da Polícia Militar do Ceará e pôr em prática projetos, como a expansão da capacidade operativa do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), como a expansão do Programa de Proteção Territorial e Gestão de Riscos (Proteger), aumentando ainda os efetivos nas unidades policiais militares de diversos batalhões de Fortaleza, Região Metropolitana e Interior do Estado”, pontuou.

Isenção da taxa de inscrição

A isenção da taxa de inscrição deve ser solicitada entre os dias 16 e 18 de agosto, no momento da inscrição no endereço eletrônico da FGV https://conhecimento.fgv.br/concursos/pmce21.

Somente haverá isenção da taxa de inscrição para os candidatos que se declararem e comprovarem que se enquadram nas hipóteses previstas na Lei Estadual 11.551/89, como servidor público; na Lei Estadual nº 12.559/95, como doador de sangue; na Lei nº 13.844/06, como alunos que estudam ou concluíram seus estudos em entidades de ensino público ou alunos cujas famílias recebam renda de até dois salários-mínimos; e na Lei Estadual nº 14.859/10, como pessoa hipossuficiente.


Com apenas cinco anos de idade, a cearense Sophia Eldo encara a vida artística como gente grande.  A pequena, que é Miss Universo Baby, mostrou toda sua desenvoltura em uma série de vídeos gravados ao lado de ninguém mais, ninguém menos que Wesley Safadão.

Nas gravações publicadas nas redes sociais da estrela mirim, Sophia e Safadão dançam juntos uma das coreografias mais famosas da internet embaladas pelo hit do forrozeiro, o sucesso “Ele é Ele, Eu Sou Eu”.

Em breve, a menina que além de modelo é cantora, lançará um DVD especial que terá participação de Mara Maravilha e do DJ Jesus Luz.

Com assessoria de RL Assessoria e produção beauty de Adriana Gomes, Sophia está fazendo sucesso por onde passa!

Confira o vídeo




A CGD afastou preventivamente o inspetor José Flávio Távora Lopes e abriu Processo Administrativo-Disciplinar contra o servidor, devido a ocorrência, de acordo com portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) da última terça-feira (25). A publicação traz que a conduta do policial, em tese, configura descumprimento de dever e transgressões, conforme o estatuto da Polícia Civil.

O policial civil foi afastado do cargo pela Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Ceará (CGD), dias depois de matar um homem com um tiro na cabeça, em um bar no Município de Itapiúna, no Ceará. O inspetor chegou a ser preso em flagrante, mas foi solto pela Justiça Estadual, com aplicação de tornozeleira eletrônica e proibição de porte e posse de arma de fogo.

José Flávio foi autuado em flagrante pelos crimes de homicídio e porte ilegal de arma de uso restrito, na Delegacia de Assuntos Internos (DAI), da própria CGD, no dia 16 de maio último, após prisão efetuada pela Polícia Militar do Ceará (PMCE).

O coordenador jurídico do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpol-CE), advogado Kaio Castro, alega que o inspetor “se encontrava em tratamento médico psicológico” e afirma que a prisão em flagrante continha “vícios que foram percebidos também pelo Poder Judiciário”. A defesa do suspeito analisa a Portaria da CGD sobre o afastamento do servidor.

ASSASSINATO E PERSEGUIÇÃO POLICIAL

De acordo com o Inquérito Policial aberto na DAI, o inspetor José Flávio se encontrava ingerindo bebida alcoólica com o seu filho e mais três pessoas, em um bar no bairro de Umburanas, em Itapiúna, quando o policial sacou a arma e disparou contra a cabeça de Francisco Adriano Porto Pereira, que morreu no local, na noite de 16 de maio.

Após o tiro, o policial fugiu junto do filho, em um veículo, com direção a Fortaleza. A Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) foi acionada e começou a acompanhar o automóvel, a partir das câmeras de vídeo monitoramento.

Uma composição da Polícia Militar que patrulhava pela Avenida Aguanambi foi acionada, encontrou o veículo e começou a perseguição. Os PMs chegaram a pedir a parada ao motorista, mas o alcançaram somente em um semáforo fechado, no cruzamento da Rua José Jatahi com Avenida Sargento Hermínio. O filho do servidor tentou assumir o crime, mas o pai confessou o assassinato e foi preso.

Ao ser interrogado na DAI, José Flávio preferiu permanecer em silêncio, pois estava “com uma coisa ruim na cabeça”. Já o filho contou que eles tinham ido ao Município receber uns pagamentos de alugueis e pararam no bar. Segundo o depoimento do jovem, o pai costumava mostrar a arma na cintura, a vítima estava “doidona, chegou perto do cano da arma, e seu pai achava que estava travada e disparou a arma”.

JUSTIÇA CONCEDE LIBERDADE AO SUSPEITO

A Vara Única da Comarca de Capistrano, da Justiça Estadual, concedeu liberdade provisória a José Flávio Távora Lopes, com aplicação de medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica; comparecer ao Juízo da Comarca de Fortaleza todos os meses; proibição de acesso a bares, boates e casas de show; e proibição de porte e posse de arma de fogo.

O juiz considerou, na decisão, que o suspeito “possui transtorno mental”, comprovado por exame médico, e que testemunhas presenciaram que “o autuado não possuía a intenção de matar a vítima Francisco Adriano Porto Pereira, tratando-se de um disparo acidental, visto o mesmo ter entendido que a arma estava travada”.

CONFIRA NOTA DA DEFESA NA ÍNTEGRA:

Na prisão em flagrante do filiado ocorreram alguns vícios que foram percebidos também pelo Poder Judiciário. Se a prisão em flagrante não ocorre conforme os mandamentos do Código de Processo Penal, o seu relaxamento é a medida de melhor direito. Ademais, hoje ele cumpre diversas medidas cautelares que são plenamente capazes de assegurar a persecução penal. 

A investigação se encontra em andamento e podemos afirmar somente que o policial se encontrava em tratamento médico psicológico. No que se refere ao afastamento preventivo, tomamos conhecimento hoje e vamos analisar a Portaria publicada.

Kaio Castro, coordenador jurídico do Sinpol-CE

Um fato inusitado aconteceu no Estado de Belo Horizonte onde um homem bebeu além da conta em um boteco e dormiu. Depois, acordou no meio de um matagal sentindo dores e percebeu que seu órgão genital tinha sido cortado e levado. O fato ocorreu no município de Olhos D'Água (6,17 mil habitantes), a 422 quilômetros de Belo Horizonte, no Norte de Minas.

O homem, de 36 anos, foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Municipal Doutor Gil Alves, em Bocaiuva, a 50 quilômetros de Olhos D'Água, na mesma região. Ele passou por cirurgia e o quadro do paciente é estável.

O estranho caso de violência e mutilação ocorreu na comunidade rural de Macaúbas (a 35 quilômetros da área urbana de Olhos D'Água), na noite de terça-feira (20/4).

Persiste o mistério sobre a autoria da violência e o destino do órgão retirado do homem, que é solteiro e presta pequenos serviços braçais.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com a Polícia Militar de Bocaiuva, o homem já era um contumaz consumidor de bebidas alcoólicas. Na tarde/noite de terça-feira, ele foi até um boteco na comunidade de Macaúbas. 

Conforme a PM, à noite, o trabalhador braçal acordou no meio de um matagal, sentindo dores e ensanguentado, momento em que percebeu que o seu pênis tinha sido decepado e levado. 

Ele foi socorrido por terceiros, que acionaram o Samu. O homem foi conduzido até o Hospital de Bocaiuva, onde recebeu atendimento médico e passou por cirurgia.

Segundo o capitão Michael Stephan da Silva, comandante da 210ª Companhia da Polícia Militar de Bocaiuva, o órgão genital retirado da vítima não foi encontrado para uma possível cirurgia de tentativa de reimplante pelos médicos.

O homem disse que  não tem ideia sobre nenhum suspeito de autoria da brutal violência que sofreu. Contou que não tem inimigos e que não fez nada que pudesse motivar vingança, como se relacionar com alguma mulher comprometida.

“Realmente, este caso é algo inusitado, fora do comum. É uma coisa até desumana”, avalia o capitão Stephan.

Após mortes por COVID-19 Prefeito de Itapiúna decreta lockdown por 08 dias

O Prefeito de Itapiúna, Dário Coelho (MDB), decretou isolamento social rígido por 08 dias. A medida entra em vigor a partir deste domingo (18) e segue até o próximo 25 de abril. No período, poderão abrir somente as atividades consideradas essenciais.

O decreto foi anunciado em uma rede social da prefeitura do município neste sábado. O gestor ponderou que a medida era necessária para evitar mais mortes e um possível colapso do sistema de saúde.

Dário em sua fala destacou a importância desta decisão, pediu a população em especial aos comerciantes, que colaborem o máximo para evitarem problemas em possíveis descumprimento ao decreto, ressaltou que a fiscalização será rígida, que virão policiais de outros municípios para um reforço nesta jornada, convém salientar que o prefeito ainda citou que atualmente existem três policiais do município contaminados pelo o COVID-19 "até isto aparece par atrapalhar nosso serviço" disse o Prefeito.

Vale ressaltar que a decisão para o decreto se deu depois do triste fato do  falecimento da senhora Eurisete Marinho, vítima do COVID-19, Eurisete faleceu na madrugada deste sábado,  a mesma atuou como chefe de gabinete na gestão do ex-prefeito Wauston Cavalcante (PDT), já ontem (16) o município já havia perdido um outro morador para a COVID-19.

CONFIRA O BOLETIM DO COVID-19 EM ITAPIÚNA:

SITUAÇÃO ATUALIZADA EM: 16/04/2021 ÀS 18:48

SUSPEITOS - 108

CONFIRMADOS - 1.156

DESCARTADOS - 1.088

ÓBITOS - 24

CURADOS - 953

NOTIFICADOS - 2.352

Navegue Fácil!

Interaja!