Itapiúna Informa - O Seu Portal de Notícias!

Links Patrocinados

Dois motoristas morreram na manhã desta quarta-feira (26), em Horizonte, em um acidente envolvendo um caminhão, uma caminhonete Hilux e um ônibus intermunicipal. Os condutores do ônibus e do caminhão morreram. Cinco passageiros do coletivo, que seguia na BR-116 para Juazeiro do Norte, ficaram feridos e foram levados para hospitais da região. 
Testemunhas contaram que o caminhão bateu na caminhonete. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do caminhão desceu para sinalizar a via devido ao acidente e acabou sendo atingido pelo ônibus que vinha logo atrás. 
Segundo os Bombeiros, quatro passageiros do ônibus tiveram escoriações leves e uma pessoa teve fraturas. Todos os feridos foram levados para hospitais da região. 
A PRF bloqueou a via no sentido Interior-Fortaleza para que os profissionais atendessem os feridos e evitasse novos acidentes. 
Além dos Bombeiros e da PRF, um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foram acionados. 
Passageiros informaram ao Sistema Verdes Mares que a maioria deles estava dormindo no momento do acidente.

Do Diário do Nordeste
Uma menina, de 11 anos, morreu nessa sexta-feira (21) depois de ser picada por uma cobra e sofrer um acidente no município de Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. O pai dela dirigia um veículo e sofreu o acidente enquanto tentava socorrer a filha.
Segundo a Polícia Civil, o acidente ocorreu na Estrada do Abacaxi, zona rural de Confresa.
A menina foi identificada como Ieda Geovana Rodrigues. O pai dela é Simevaldo Rodrigues, de 51 anos.
O vizinho da família registrou um boletim de ocorrência na delegacia. A menina foi picada por uma cobra e a família se mobilizou para socorrê-la. Simevaldo colocou a criança no carro, um veículo Gol, e saiu em direção ao hospital municipal.
Durante o trajeto o pai perdeu o controle do automóvel e sofreu o acidente. A menina não resistiu e morreu no capotamento. Simevaldo está internado no hospital municipal. A mãe da menina entrou em estado de choque.


Moradores da propriedade rural localizada a cerca de 10 Km da sede de Itapiúna, no Maciço de Baturité, afirmam que viram um fenômeno, em meio à vegetação, que chamou atenção. De acordo com Francisco Alberto Leite Barros, 59 anos, conhecido como Branco, na última quinta-feira, por volta de 23 horas, surgiu um clarão azul no céu. Ele conseguiu ver a luz, que apareceu rapidamente, em uma distância de 150 metros.
"Isso deve ter sido coisa do outro mundo, de outro planeta. Se eu não tivesse visto a bolona de fogo nós não tinha descobrido. Foi um clarão de iluminar tudo por aqui. São mais de 150 metros até a minha casa. Isso aconteceu quando eu fui fechar o portão. Eu havia acabado de chegar da reza de um terço, já perto da meia noite. Quando amanheceu foi olhar o local e fiquei surpreso. Coisa estranha assim nunca vi na minha vida. Eu fiquei impressionado”, confessou “Branco”.  O irmão, Francisco Belchior Leite Barros, 70 anos, também diz que presenciou o mesmo fato. "Estava deitado quando ouvi o barulho de uma moto. Saí e vi aquele clarão. Pensei que fosse um relâmpago e fechei a porta. Depois saí com meu cunhado e não vi mais nada". 
No dia seguinte os dois foram ao local onde teria aparecido a luz azul e se surpreenderam quando se depararam com a vegetação de pacavira - uma espécie de planta que nasce em regiões alagadas-,  amassada, em uma lagoa, formando um círculo.  "Eu vim olhar o que era aquilo  porque aqui é lagoa e não tem luz dentro da água. Aí vi esse amassado como se tivesse baixado um helicóptero. Fiquei impressionado. Na hora que vi isso fiquei morrendo de medo, todo arrepiado", diz Francisco Alberto.

A notícia se espalhou pelas redes sociais e desde então várias pessoas já foram à propriedade para ver de perto o círculo que se formou com a vegetação inclinada na água. Segundo a filha de Francisco Alberto, as imagens divulgadas na internet atraíram  interesse de curiosos e especialistas em ufologia. Agobar Peixoto, ex- professor da UFC, pretende ir ao local na próxima segunda-feira. Outro ufólogo que também está se programando para fazer o mesmo é  Robinson Alencar, morador de Quixadá.

 O astrônomo Dennis Weaver, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), considera o possível fenômeno uma fraude. "Já tenho mais de 20 anos estudando astronomia e não tem como dar uma explicação meteorológica. Isso já foi comprovado ser fraude, inclusive pessoas que fizeram isso já mostraram como foi feito, usando cordas e tábuas de madeira".
Após exatos 30 dias empreendendo fuga e se escondendo na mata verde do Sertão Central do Ceará, novamente populares dão informações sobre o suposto assassino da Universitária Danielle de Pedra Branca, Zé do Valério, como é conhecido, teria novamente amedrontado moradores de comunidades distantes da sede, dessa vez, na comunidade de São Lourenço.

O fato foi registrado na tarde desta sexta feira (24), de acordo com o relato de José Irineu, residente na comunidade e proprietário de uma residência que atualmente encontrava-se vazia.

O homem alegou à reportagem da Rádio Asa Branca FM que estava em um roçado, distante cerca de 1 km e meio da residência onde o suposto assassino teria sido avistado nos fundos de sua residência, ao perceber a presença de um homem forçando a porta dos fundos, Irineu se deslocou até a residência e para sua surpresa não encontrou mais o homem que vestia uma blusa de cor azul e portava uma faca, apenas a porta de acesso ao quintal parcialmente arrombada.
De acordo com a vítima do roubo, foram levados alimentos tais quais; açúcar, farinha, isqueiro, panela, arroz e um short. O quarto do morador também encontrava-se completamente modificado, o guarda roupa da residência estava com as peças no chão, o homem não soube precisar se mais roupas teriam sido levadas pelo suposto assassino.

Irineu encontrou em sua residência um facão, deixado pelo misterioso homem, a Polícia Militar foi acionada e continua as buscas pela região, o local fica próximo aos locais onde supostamente o homem já teria passado, reforçando ainda a tese de que o bandido esteja nos limites de Boa Viagem e Pedra Branca.
Do Revista Central
foto: Reprodução redes sociais
Pedra Branca, no Sertão Central do estado do Ceará, vive momentos dramáticos após o assassinato da jovem universitária Daniele Oliveira, de 20 anos, que foi brutalmente assassinada na zona rural do município, localidade São Gonçalo. O homem suspeito de assassinar a jovem já ameaçou matar e estuprar novas vítimas na cidade de Pedra Branca. José Pereira da Costa, conhecido como “Zé do Valério“, invadiu uma casa na comunidade de Juazeiro da Sombra, na zona rural de Pedra Branca, e disse que se a polícia continuar o perseguindo ele. vai voltar e matar mais pessoas. A Justiça de Pedra Branca expediu um mandado de prisão contra o vaqueiro e ele está foragido.

Desde o dia 25 de abril, quando foi encontrado o corpo de Daniele que a policia tenta capturar o suspeito "Zé do Valério que " havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de sumir, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais.O homem também é foragido da Justiça de Tauá, no Ceará, pelo assassinato da dona de casa Maria Solange Cesário, assassinada em 2013. Os dois crimes aos quais ele é apontado como autor, foram praticados com as mesmas características, conforme as investigações.

Moradores assustados e revoltados

Com a demora de se conseguir pegar o criminoso a população está também tentando identificar o acusado, pois as pessoas não sabem ao certo como que está a fisionomia do mesmo. Portanto, o pai da universitária resolveu dizer quais são as características do criminoso. A delegada de Pedra Branca, Anarda Pinheiro Araújo, informou que as buscas a Zé do Valério só vão parar quando ele for capturado.
Vejam o vídeo:
Foto: Reprodução Tribuna do Ceará
Túmulos do cemitério São João Batista, no Centro de Horizonte, foram violados. A informação repassada para a polícia é que dois homens invadiram o cemitério, um deles estava apenas acompanhando e ficou na condição de testemunha.
Já o outro tinha sido “contratado” por outro homem para subtrair dois crânios. Ele pagaria R$ 200 por cada crânio.
O homem que não teve a identidade revelada foi indiciado por violação de sepultura, mas foi liberado. A equipe de reportagem do Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, foi até o cemitério e mostrou os túmulos violados.
Confira as vagas de emprego para Baturité, lista publicada em 27 de março de 2019, para lista completa e atualizada com vagas disponíveis para Baturité e outras cidades clique no link do site SINE/IDT.


Confira as vagas de emprego para Quixadá, lista publicada em 27 de março de 2019, para lista completa e atualizada com vagas disponíveis para Quixadá e outras cidades clique no link do site SINE/IDT.

Links Patrocinados