Links Patrocinados

(PEC) Emergencial: Vejam como votaram os deputados federais cearenses

pec emergencial
A Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno nesta quarta-feira (10) a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Emergencial, que traz de volta o auxílio emergencial, porém, com pagamentos no valor de R$ 250,00 durante quatro meses. A votação terminou com um placar de 341 votos à favor, 121 votos contra e 10 abstenções.

Entre os deputados cearenses, 6 votaram contra o auxílio emergencial, foram eles: Leônidas Cristino (PDT), Idilvan Alencar (PDT) e André Figueiredo (PDT), José Guimarães (PT), Zé Aírton (PT) e Dênis Bezerra (PSB). Os deputados federais Moses Rodrigues (MDB) e Gorete Pereira (PL) estiveram ausentes na votação. Os demais deputados foram à favor da aprovação do benefício.

Antes de chegar à Câmara dos Deputados, a votação para a aprovação da PEC Emergencial passou pelo Senado Federal. Na oportunidade, o senador Cid Gomes (PDT) votou contra a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 250,00. Entretanto, os parlamentares Eduardo Girão (Podemos) e Tasso Jereissati (PSDB) foram à favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial.




0 comentários:

Navegue Fácil!

Interaja!