Links Patrocinados

Preservativo unissex é desenvolvido na Malásia

A camisinha que pode ser usada tanto pelo os homens como pelas mulheres durante uma relação sexual foi criada pelo o médico ginecologista John Tang Ing Chinh, segundo o médico essa é a primeira camisinha unissex do mundo. O preservativo é feito com um material médico geralmente utilizado para curativos de lesões e ferimentos.

Segundo John, a criação, batizada de Wondaleaf Unisex Condom, foi desenvolvida para dar às pessoas um maior controle de sua saúde sexual, independentemente do seu gênero ou de sua orientação sexual.

“É basicamente um preservativo normal com uma cobertura adesiva”, explica John à Reuters. “É um preservativo com uma cobertura adesiva que se fixa à vagina ou ao pênis, além de cobrir a área adjacente para proteção extra”, completou.

O ginecologista, que trabalha para a empresa de suprimentos médicos Twin Catalyst, explica que o material do preservativo é o poliuretano, usado em curativos e escolhido por ser transparente, fino, flexível, resistente e à prova d’água.

John também revela que a parte adesiva é aplicada em apenas um lado da camisinha, ou seja, pode ser revertida e usada por pessoas de qualquer sexo.

“Depois de colocar, muitas vezes você não percebe que está lá”, disse o médico, referindo-se à matéria-prima do preservativo. John menciona realizou diversas pesquisas clínicas e testes até chegar no resultado final.

“Com base no número de testes clínicos que conduzimos, estou bastante otimista de que, com o tempo, será um acréscimo significativo aos muitos métodos anticoncepcionais usados na prevenção de gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis”, finalizou.

O preservativo Wondaleaf estará disponível comercialmente no site da empresa em dezembro. A caixa com dois preservativos custará 14,99 ringgit malaio, o equivalente a cerca de 20 reais. 

Com informações do O POVO

0 comments:

Navegue Fácil!

Interaja!