Últimas Notícias

Baturité

Caio Prado

27 de março de 2015

Quixeramobim: MP pede anulação de seleção pública

   O Ministério Público do Ceará solicitou a suspensão de um processo seletivo em curso para a contratação de servidores temporários da Prefeitura de Quixeramobim. Em Ação Civil Pública, o MP quer ainda a anulação de contratos com ocupantes de cargos que deveriam ser destinados a quem foi classificado no último concurso, mas aguarda convocação:
   De acordo com a Promotoria de Justiça, o município realizou processos seletivos, em caráter simplificado, para contratar servidores temporários, desde o início deste ano. Em maio do ano passado, porém, a Prefeitura abriu concurso público para preencher 903 vagas em diversas secretarias.
   “São centenas de contratados temporários, dezenas ocupando vagas de concursados que aguardam vagas atualmente”, explicou o promotor de Justiça Gustavo Jansen.
   Na semana passada, o município deu início a outro processo seletivo para ocupar 500 vagas. Segundo o prefeito Cirilo Pimenta (PSD), para atender “necessidades específicas não contempladas no último concurso”. Os salários variam de R$789, 00 (nível médio) a R$2.847,00 (nível superior). Jansen diz acreditar em favorecimentos políticos por meio de preterição de concursados, prática comum nos executivos municipais. Na Ação Civil Pública, o Ministério Público pediu a suspensão do processo seletivo iniciado na segunda-feira da última semana. A Prefeitura disse que vai acatar a orientação da Promotoria. Procurado, Cirilo Pimenta afirmou já ter contratado 70% dos aprovados no último concurso. Sobre a seleção de funcionários temporários, o gestor alega necessidade para atender projetos considerados temporários. (Erivelton Melo).
 
Copyright © 2013 Itapiúna Informa - Você Sempre Bem Informado!
Site Desenvolvido Por Foto e Art Oliveira